GUIA COMPLETO PARA TRANSIÇÃO DE CARREIRA – PARTE I

Este não é um guia de transição de carreira comum, ele apresenta um plano completo para auxiliar pessoas que querem abandonar a zona de conforto CLT para empreender e  investir em um negócio próprio.

Este  guia vai prepara-lo para traçar o caminho que viabilizará o seu sonho.

Descobri este excelente material durante as minhas pesquisas sobre transição de carreira justamente quando  eu estava no meio da crise existencial de romper com a Zona de Conforto CLT.

A autora Silvia Pahins é uma consultora fenomenal que ajuda pessoas comuns assim como eu e você a tirar ideias do papel, colocar sonhos de empreendedorismo em prática e a explorar novos possibilidades profissionais.

Se você algum dia sonhou em empreender, este material vai ser uma ferramenta fantástica para você. Dividimos em três partes, então antes de dar inicio a leitura, CLIQUE AQUI e cadastre-se para receber a atualização dos artigos com as etapas II e III.

 

 

 

 

 

O guia é composto pelas seguintes partes:

 

PARTE I – JUNTAR DINHEIRO

PARTE II – ORGANIZAR O TEMPO

PARTE III – COMEÇAR A EMPREENDER

 

Acordar todos os dias e se ver obrigado a encarar um trabalho no qual você não enxerga um propósito e nem se sente realizada é um hábito extremamente tóxico, que prejudica a sua vida. Quando sentimos que a nossa carreira não possui nenhuma conexão com quem somos e perdemos o prazer em trabalhar, nos tornamos pessoas inseguras e infelizes, afinal, a profissão é grande parte de nós e precisamos nos sentir satisfeitos com aquilo que fazemos. No entanto, apesar de termos consciência de que é preciso tomar uma atitude e fazer uma mudança drástica, o dinheiro acaba sendo um dos grandes empecilhos para começar uma transição de carreira.

 

Será que é possível largar tudo e correr atrás dos sonhos, mantendo a estabilidade financeira e alcançando o sucesso em uma nova área?

 

Continue lendo o nosso guia e entenda como você pode juntar dinheiro e se preparar financeiramente para começar uma jornada incrível!

 

 

MINDSET SOBRE DINHEIRO

 

Já ouviu falar que, se você não controlar o seu dinheiro, ele acabará controlando a sua vida?

Pois saiba que, muito mais do que uma frase popular, essa é uma mentalidade que pode impedir que você vá em busca dos seus sonhos e mude a sua vida profissional.

 

 

ANTES DE MAIS NADA, ENTENDA O QUE É MINDSET

 

Todos nós moldamos a nossa forma de pensar e agir perante influências culturais e intelectuais que recebemos ao longo da vida. A nossa formação, a sociedade em que crescemos e as pessoas com quem convivemos diariamente impactam diretamente a forma como lidamos com situações e tomamos decisões.

Em outras palavras, o mindset nada mais é que a percepção que temos de nós mesmos e de nossas capacidades.

Isso significa que, apesar de você saber que está infeliz em sua profissão, o seu mindset pode te enganar e tentar te convencer de que você jamais seria capaz de trocar de carreira a essa altura da vida, e que não conseguiria alcançar tanto ou mais sucesso do que já tem atualmente.

 

 

SERÁ QUE O SEU MINDSET SOBRE DINHEIRO ESTÁ CORRETO?

 

Agora que você já sabe como o mindset pode atrapalhar a sua vida e carreira de forma negativa,chegou o momento de fazer uma reflexão a respeito de suas escolhas e atitudes.

Será que o seu mindset sobre o dinheiro realmente reflete a sua capacidade e conhecimentos profissionais? Será que você não está enxergando a sua vida financeira de uma forma distorcida e criando empecilhos para não tomar uma atitude e realizar o que de fato deseja?

 

O DINHEIRO NÃO É UM FIM EM SI MESMO

Fazer as coisas pensando apenas no rendimento financeiro que elas trazem pode ser um dos grandes erros da sua vida.

É verdade que, quando nos estabilizamos em uma carreira, o retorno é maior e nos sentimos seguros em tomar decisões e arriscar dentro da área, porque sabemos exatamente até onde podemos ir.

No entanto, usar o dinheiro como justificativa para continuar em uma situação ruim só fará com que você se sinta mais infeliz e frustrado.

Todos nós temos a capacidade de realizar coisas grandes e, quando fazemos algo que amamos, as horas sofridas de trabalho se transformam em momentos de alegria e dedicação.

Quando mudamos o nosso mindset a respeito do dinheiro, também conseguimos enxergar mais
oportunidades e possibilidades. Isso acontece porque essa mudança de pensamento faz com
que assumamos mais riscos e, consequentemente, passemos a abrir novos caminhos, para aumentar
a nossa renda. Por que não começar a enxergar o dinheiro como uma motivação para fazer a sua transição
de carreira e um incentivo para explorar novos caminhos, em vez de usá-lo como desculpa para
ficar onde está?

 

Leia também:

 

 

CRIE METAS PARA OS SEU GASTOS

Mudar o mindset a respeito do dinheiro e começar a encarar a vida financeira como um motivo para mudar de carreira é o primeiro — grande — passo para sair da zona de conforto e perseguir aquilo que você deseja.

No entanto, muito mais do que pensamentos positivos, é preciso traçar um plano bem estruturado, criar metas e descobrir maneiras de controlar os gastos e economizar mais. E é justamente isso que vamos ensinar daqui para frente!

Mindset-para-o-dinheiro

 

 

INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA É SINÔNIMO DE METAS

 

Vamos ser realistas: apenas o fato de querer economizar dinheiro não será motivo suficiente para mudar a sua vida financeira e diminuir os gastos. É preciso muito mais do que força de vontade para que você realmente consiga organizar as finanças a ponto de se sentir confortável para arriscar mais na carreira.

Por isso, o primeiro passo para conquistar a independência financeira é traçar metas para abrir mão de algumas coisas supérfluas no presente e desfrutar no futuro.

 

Leia também: Porque as pessoas não estabelecem metas

 

 

ENTENDA O SEU MOMENTO ATUAL

 

Antes de mais nada, é importante que você saiba muito bem como é a sua vida financeira atualmente.

Com o que você gasta dinheiro? Onde estão os gastos desnecessários? Há contas em atraso?

Faça um mapeamento da sua vida financeira e crie uma planilha com todos os gastos, desde os maiores até aqueles que parecem insignificantes, como o café que você toma na hora do almoço e paga em dinheiro. Com isso, você saberá exatamente quando e no que gasta a maior parte do seu salário. Assim, fica muito mais fácil de readequar o orçamento.

 

 

DEFINA METAS REALISTAS

 

Uma das piores coisas que você pode fazer ao definir metas financeiras é pensar fora da realidade. Objetivos que não podem ser cumpridos são inválidos e só farão com que você se sinta mais desanimada quando perceber que eles estão longe da realização.

Suas metas precisam ser realistas e estar de acordo com o momento de vida em que você está prestes a entrar. Pense qual seria o cenário ideal e, depois, transforme-o em possível, para economizar sem abrir mão de coisas que são importantes para você, como momentos de lazer com a família.

 

Baixe o Planejador de Metas para 2018

 

 

ESTABELEÇA PRAZOS

 

Outro ponto fundamental para criar as suas metas é traçar prazos, afinal, sem um cronograma muito bem pensado, você pode acabar levando mais 10 anos para fazer a tão sonhada transição de carreira, e não é isso que você quer, certo?

Crie um calendário para visualizar como devem estar as suas finanças a cada momento da transição. Você pode começar apertando um pouco mais enquanto não larga o seu emprego atual para guardar mais dinheiro ou, até mesmo, ir readequando os gastos aos poucos.

O importante é que você tenha um plano possível e muito bem amarrado, para que ele seja seguido corretamente até o final.

 

Leia também:

 

 

PAGUE SUAS CONTAS EM DIA

 

Com as metas e o seu cronograma financeiro definido, chegou o momento de aplicar o novo mindset sobre o dinheiro e fazer algumas mudanças práticas na vida.

A primeira delas tem a ver com pagar as contas em dia. Parece uma dica boba, no entanto, temos o terrível costume de adiar ou, até mesmo, de perder totalmente o controle sobre as nossas dívidas.

 

 

ORGANIZAÇÃO ACIMA DE TUDO!

Lembra-se da dica da planilha de gastos que demos no tópico anterior? Pois saiba que ela será a sua melhor amiga daqui para frente!

Coloque todas as despesas recorrentes na planilha com seus respectivos valores e datas de pagamento. Dessa forma, você consegue prever quanto vai gastar nos próximos meses e se programar para sempre ter o dinheiro necessário e não atrasar nada.

 

CONTAS PRIMEIRO, OUTROS GASTOS DEPOIS

 

Pague sempre as suas contas primeiro, pois isso evita que você seja surpreendido ao final do mês com falta de dinheiro e caia no cheque especial. Além disso, pagar as contas com antecedência pode te dar o benefício de conseguir descontos e promoções especiais!

 

 

NEGOCIE SEM VERGONHA

 

Aquela vergonha que insiste em aparecer quando precisamos renegociar uma dívida ou pedir um desconto deve passar bem longe daqui para a frente.

Negociar e pedir melhores condições de pagamento é uma atitude de pessoas bem-sucedidas, por isso, comece a praticar esse hábito o quanto antes!

Levante todas as contas em atraso, ligue para os bancos e veja como você pode quitá-las o mais rápido possível e quais as melhores condições oferecidas. Com esse tipo de atitude, você não apenas organiza a sua vida financeira, como também economiza.

 

 

FALE SOBRE DINHEIRO COM A SUA FAMÍLIA

 

Você não achou que a sua família poderia ser mantida de fora desse momento tão importante de transição, certo? Mas não precisa ficar achando que você é um ser de outro mundo porque sente dificuldade em abordar esse assunto com as pessoas que ama. Assim como o sexo, o dinheiro é um assunto tabu em nossa sociedade, já que faz parte do privado de cada um.

 

 

A IMPORTÂNCIA DE FALAR SOBRE DINHEIRO

 

Ainda que seja difícil, conversar sobre dinheiro com a sua família é um hábito extremamente benéfico e que pode contribuir para melhorar o relacionamento de vocês.

Explicar o motivo pelo qual você está tomando certas decisões e como isso vai afetar a vida da família nos próximos meses, além de apontar os benefícios que serão colhidos no futuro, fará com que todos estejam sintonizados e, até mesmo, entendam melhor as suas decisões e o momento pelo qual você está passando.

 

finanças-em-familia

 

 

COMO COMEÇAR?

 

Não vou mentir, as primeiras conversas serão embaraçosas e difíceis, e pode demorar um tempo até que todos compreendam a seriedade do assunto. Por isso, é importante que essas conversas tenham um local, data e hora para acontecer. Assim, todos saberão que aquele é um momento da família e que precisa ser respeitado.

Abra espaço para todos compartilharem as suas ideias e tente entender como cada um enxerga e lida com o dinheiro. Dessa forma, fica mais fácil compreender os diferentes pontos de vista e chegar a um consenso que seja bom para todos.

Lembre-se também de colocar todas as cartas na mesa, sem esconder nenhum detalhe. Esse deve ser um assunto de conhecimento de todos e tema frequente das conversas.

 

 

FAÇA COMPRAS A VISTA

 

Fazer compras à vista não só ajuda na tarefa de poupar dinheiro, como também é excelente para mudar o seu mindset sobre o tema.

Quando recebemos a mercadoria comprada antes do pagamento, começamos a colocar o prazer antes do sacrifício. Esse tipo de atitude é extremamente prejudicial, pois nos leva a adiar as responsabilidades e a perder a noção do que realmente vale a pena ser comprado.

 

 

OS BENEFÍCIOS DE PAGAR À VISTA

 

Esqueça aquele velho pensamento de que, se você não parcelar, jamais conseguirá comprar algo. Quando você faz uma compra a prazo, acaba gastando muito mais do que se juntasse o dinheiro e, depois, efetuasse a compra, uma vez que os juros embutidos podem ser altíssimos.

Além disso, ao pagar à vista (e em dinheiro), você tem um poder de negociação muito maior.

Outro ponto importante é que os pagamentos à vista ajudam a controlar o orçamento e a visualizar quanto de dinheiro você tem disponível até o final do mês. Em resumo, você economiza mais e ainda se planeja melhor!

 

 

UTILIZE OS PROGRAMAS DE RECOMPENSA PARA O CARTÃO DE CRÉDITO

Apesar de o pagamento à vista ser fundamental para poupar dinheiro e controlar as finanças, o cartão de crédito pode ter suas vantagens.

 

O CARTÃO DE CRÉDITO A SEU FAVOR

 

A grande maioria das bandeiras de cartão de crédito oferece programas de recompensas em que é possível ganhar eletrodomésticos, passagens aéreas e até desconto em hotéis.

De forma geral, a cada R$ 1,00 gasto, você ganha um ponto que, ao ser somado com outros, pode ser trocado por prêmios.

Você pode, por exemplo, transferir os pontos do seu cartão de crédito para o programa Smiles e ganhar milhas de viagem ou, ainda, comprar cartões de presente em diversas lojas e trocar por produtos.

Aderir a esse tipo de programa também ajuda a entender melhor os seus hábitos de compra, facilitando no planejamento das finanças.

 

foco-para-evoluir

 

Mara Mello

Graduada em marketing, pós graduada em Gestão de Assessoria de Comunicação e Gestão de Serviços, Mara Mello, atua há mais de quinze anos com marketing e desenvolvimento empresarial. Após identificar a necessidade de desenvolver a sua capacidade de estabelecer foco, resolver aprofundar no tema e compartilhar experiências, histórias, casos e ferramentas para que outras pessoas também possam exercitar e compreender O Poder do Foco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *